Clique para tradução da página / Click for translation of the page

Menu de Navegação

domingo, 30 de maio de 2010

AMAR É......

“...De repente a dor... De esperar terminou... e o amor...veio enfim...” Pois é. Como dizia o grande compositor Tim Maia, o amor acaba com a dor da espera, porque encontrar o amor é o objetivo da maioria dos seres humanos. Quem pode dizer que nunca sonhou encontrar a metade da sua laranja, o queijinho da sua goiabada, a sua alma gêmea, o seu par ideal? E quando esse encontro acontece ou acreditamos que aconteceu, temos o privilégio de vivenciar esse sentimento único de pertença que é o amor a dois. Todos aqueles que já tiveram o prazer de viver esse sentimento sabem muito bem que:

"Amar é... Pensar nele(a) o tempo todo Ter a certeza de estar destinados um ao outroOlhar para o céu e encher os olhos de estrelasNão cansar de admirarQuerer dar-lhe a lua e as estrelasNunca cansar de mimarReceber e mandar mensagens românticasOuvir sininhos tocandoSonhar com fogos de artifícioEntregar seu coração( com a devida licença dos famosos bonequinhos de Robert e Kim Casali, das décadas de 70/80 ) Naturalmente qualquer pessoa tem vontade de passar por essa gostosa experiência, e se possível, conservá-la pelo resto da vida, ou ao menos manter acesa a chama do amor verdadeiro, ainda que às vezes ela diminua ou quase se apague. Causa tanto prazer amar e ser amado, que para conseguir viver esse “grande amor”, algumas pessoas lançam mão das mais variadas formas para alcançar esse objetivo, tais como simpatias, promessas, novenas e apelos à Santo Antônio, que segundo crença popular e religiosa é o santo casamenteiro e o padroeiro dos enamorados. Eu conheci uma moça que tinha tanta vontade de encontrar um grande amor e se casar, que durante muitos anos, no dia 12 de junho, dia dos namorados e véspera do dia de Santo Antônio, 13 de junho, submetia o pobre coitado do santo às mais variadas torturas, como arrastar sua imagem pelo chão com uma cordinha durante o dia, colocá-lo de cabeça para baixo à tarde, e finalmente, num requinte de crueldade, afogá-lo em um copo de água a noite toda. Com certeza, o santo ficava tão irritado com essas maldades, que por um bom tempo, nenhum candidato a namorado e muito menos a marido sequer apareceu em sua vida. Os anos foram passando e essa moça à espera do amor, continuava em casa, comendo chocolates e outras coisinhas, bem descuidada com sua aparência, e sempre brigando com Santo Antônio, coitadinho! Até que um dia ela se cansou, resolveu deixar o santo em paz e cuidar de sua vida. Ao tomar essa decisão, percebeu que estava um pouco mais velha, não tinha muitos amigos, há muito tempo não saía, tinha engordado alguns quilos e não estava nada satisfeita nem com o seu corpo, nem com o seu jeito de ser. Entrou para uma academia, emagreceu, cuidou da pele, do cabelo, comprou roupas novas, refez contatos com antigas amizades, passou a sair com mais freqüência, a relaxar e a se divertir. Até se esqueceu um pouco do amor que nunca chegava. Um belo dia, um casal amigo resolveu apresentá-la a um conhecido. E não é que finalmente o amor chegou, as estrelinhas se acenderam, os sininhos tocaram? Como final feliz (Adoro finais felizes!) posso informar que os dois estão juntos há quase três anos, dizem que se completam e estão fazendo planos para se casar. Ufa! Santo Antônio depois que foi libertado até que deu uma forcinha! Assim como essa, muitas historinhas de pessoas procurando ansiosamente o amor acontecem o tempo todo, e algumas infelizmente não tiveram ainda o famoso happy end. O que acontece, é que na ansiedade de encontrar o amor, elas se esquecem de um pequeno grande e essencial detalhe: “ Antes que alguém me ame, EU preciso me amar”. Parece chover no molhado dizer que se você não se amar, ninguém vai conseguir amar você, mas é a mais pura e cristalina verdade, sem contestação. Coloque-se como observador desta situação. Você se interessaria por alguém que se acha desinteressante e que demonstra uma grande ansiedade por conseguir encontrar alguém e viver um amor? Óbvio que não. Nesse caso, se você também não se gostar e não se achar interessante, e além disso ainda passar a imagem de alguém que está desesperadamente à procura, as outras pessoas certamente não irão se aproximar de você, e irão procurar alguém que transmita uma energia ou uma mensagem diferente. Então, para aqueles que ainda não acharam o verdadeiro amor, eu faço um convite. Que tal procurar cultivar primeiramente, o amor por si mesmos, a famosa e tão falada auto-estima? Pode acreditar, ao se apaixonar por você mesmo(a), você certamente motivará muita gente a se apaixonar por você também, e aí poderá quem sabe finalmente encontrar a pessoas dos seus sonhos e viver as delícias do amor tão sonhado! Dia dos Namorados está aí. Desejo a todos que esse não seja um dia de sofrimentos e torturas para o santo Antônio, mas um dia de comemoração a dois, com muitos abraços, beijinhos e carinhos. Vocês merecem, acreditem! Preparem-se para receber o amor, relaxem, e ele virá!
Beijos e muito amor a todos
Marcia Palis

3 comentários:

  1. Adorei essa postagem e como havia dito nos recadinhos eu iria comentar.
    Não podia deixar passar em branco, afinal gostei do propósito do seu blog.
    Sou professora de educação física e acredito que não adianta só exercitar o corpo e esquecer da mente, pois é ela que mantém um corpo saúdavel.
    E o amor faz coisas maravilhosas na vida do seres humanos.
    Estou com vc nesse entendimento racional no que diz matéria de amor.
    Gritar ao mundo: Amem mais ao invés da guerra e poder material.
    Até mais doutora Marcia.
    Bjs.
    Edna Sampaio PE

    ResponderExcluir
  2. Bom dia doutora.
    Essa matéria é muito boa e faz nos chamar a atenção quanto ao bom sentimento do amor.
    Hoje em dia a gente vê tanta coisa acontecendo de forma errada onde falta simplesmente o amor.
    Que bom seria se todos nós reservasse um tempinho para se dedicar e passar o amor ao próximo, poxa o mundo seria muito melhor.
    Que os anjos do amor continue inspirando boas matérias e palavras de harmonia como essa que vc postou.
    Sou fã e amiga do cantor Cláudio Bhelmontt e acredito que serei também uma admiradora de seu trabalho.
    Fique com Deus.

    Obs: Vou criar uma conta no google para que apareça meu perfil ao invés de ficar como anônimo.
    Beijo.
    Cinthia Lemos - Gávea/RJ

    ResponderExcluir
  3. Amar é............tudo de bom nessa vida.
    Como é bom amar e se puder ser amada...melhor ainda.
    Eita palavra boa de se falar e de sentir.
    Acredito que a doutora esteja também sentindo essa química maravilhosa, pois só sentindo isso é que essas palavras saem tão gostosas na postagem para deleite dos seus seguidores.
    Estou nessa corrente de reverência ao amor também.
    Bj.

    Ione Silva (SC)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e volte sempre!

Entrevista - Programa Bem Viver


Márcia Palis em participação ao vivo no programa Bem Viver de 09/08/2014 na TV Integração Regional( Rede Globo).

Tema: como manter acesa a paixão nos relacionamentos depois de um certo tempo de convívio.

Muito obrigada mais uma vez pela atenção e o trabalho de vocês.

Abraços de Minas.

Entrevista : Fatores que podem atrapalhar a saúde emocional do trabalhador - Outubro/2015

Entrevista : Fatores que podem atrapalhar a saúde emocional do trabalhador - Outubro/2015
ASSISTA O VÍDEO NA ÍNTEGRA AO CLICAR NA IMAGEM. AGRADECIMENTO : A MG TV - Rede integração (TV Globo) aqui da região do Triângulo Mineiro.

Vamos rever todos os textos publicados?

Vamos rever todos os textos publicados?

Seguidores

Sinta-se Livre...Mude seus Paradigmas.

Sinta-se Livre...Mude seus Paradigmas.
Conheça nosso trabalho com a EFT - Técnica de Libertação Emocional.

Logomarca de sucesso.

Logomarca de sucesso.
Clique no banner e visite a nossa homepage

cursor