Clique para tradução da página / Click for translation of the page

Menu de Navegação

domingo, 24 de abril de 2011

Dicas para o primeiro encontro

Passada a etapa da paquera inicial, vem o primeiro encontro, e por mais experiência que se tenha, sempre dá aquele friozinho na barriga. Dúvidas se acumulam: O que eu vou dizer, o que vou vestir, será que vou agradar? Não pensem que essa angústia e insegurança é privilégio das mulheres pois os homens também se sentem ansiosos nessa ocasião.
Faz parte da etiqueta amorosa que na maioria das vezes o homem convide, mas após o convite, se ele pedir, a mulher também pode sugerir o local para se encontrarem.
O que vestir é muito pessoal, e cada um deve usar a roupa com que se sente bem, sensual e elegante na medida certa. Se você tentar mudar seu estilo, poderá sentir-se pouco à vontade.
Não existem receitas de comportamento para o primeiro encontro, mas algumas dicas são sempre importantes para que tudo dê certo. Pra começar, é bom fazer uma retrospectiva dos contatos anteriores e lembrar se os objetivos dos dois parecem ser os mesmos, isto é, se por exemplo você quer ficar e ele ou ela quer namorar, ou o contrário, já vai acontecer um desencontro e alguém irá se decepcionar. É claro que isso às vezes fica meio obscuro, e daí você tem três opções: Paga pra ver, tenta mudar esse jogo, ou desiste. Na maioria das vezes pagamos pra ver, e isso é o mais interessante, por que desistir sem tentar causa uma sensação muito ruim de frustração e impotência. A verdade é que em relacionamentos não existem certezas absolutas e o gostoso mesmo é que haja uma certa imprevisibilidade, o que dará um sabor melhor à conquista.
Ainda antes do encontro, verifique como anda o nível de sua autoestima, e se estiver baixo, dê um jeito de elevá-lo, pois isso é primordial para que tudo saia bem. A autoestima é pré-requisito de segurança e autoconfiança, o que despertará no outro a vontade de estar junto de você. Além disso, quando estamos bem conosco, ficamos com um certo ar de sensualidade e mistério, que instiga o desejo da descoberta e pode ser uma abertura para novos contatos.
Nos primeiros encontros uma regrinha é sempre interessante para ser lembrada. Temos dois ouvidos e uma boca, portanto ouvir é bem melhor que falar. Isso não significa emudecer, mas a pessoa que sabe ouvir é sempre mais valorizada. Quando falar, é bom deixar a conversa fluir espontaneamente, não demonstrando ansiedade, e nem buscando assuntos que não interessam, como por exemplo relacionamentos anteriores, problemas financeiros ou fatos domésticos. Geralmente os dois estarão querendo se conhecer melhor, e irão falar de si, do seu jeito de ser, do seu trabalho, de seus gostos, projetos e desejos. Nessa ocasião seja leve, deixe tudo acontecer naturalmente, não se preocupe muito com a sequência do que disser, mas com a energia que está transmitindo e recebendo. Procure deixar seus problemas em casa, pois este primeiro momento não é adequado para queixas e lamentações, nem para falar de sua rotina doméstica. É bom lembrar também que uma pessoa bem informada e com conteúdo é muito mais interessante. Assim vocês poderão trocar idéias e informações, além de carícias e beijos. Acima de tudo, seja uma pessoa autêntica. Não adianta tentar ser quem não é somente para agradar. Quem tiver que gostar de você, tem que gostar do jeito que você é.
Se vai rolar sexo ou não, depende muito do clima e da química, porém ainda não é hora de entregar todos os sentimentos e uma carência demasiada pode assustar o outro. Se acontecer, vá para gostar, demonstrando receptividade, atenção e carinho, mas deixe um pouco de mistério no ar, afinal vocês ainda estão se conhecendo. Se ainda se sente em dúvida, melhor esperar mais um pouco.
Bom humor é fundamental. Não é preciso contar piadas o tempo todo, mas espontaneidade e descontração na medida certa é a receita que dá gosto de “quero mais”. Afinal, ninguém resiste a uma pessoa gostosa, poderosa e feliz.

Entrevista - Programa Bem Viver


Márcia Palis em participação ao vivo no programa Bem Viver de 09/08/2014 na TV Integração Regional( Rede Globo).

Tema: como manter acesa a paixão nos relacionamentos depois de um certo tempo de convívio.

Muito obrigada mais uma vez pela atenção e o trabalho de vocês.

Abraços de Minas.

Entrevista : Fatores que podem atrapalhar a saúde emocional do trabalhador - Outubro/2015

Entrevista : Fatores que podem atrapalhar a saúde emocional do trabalhador - Outubro/2015
ASSISTA O VÍDEO NA ÍNTEGRA AO CLICAR NA IMAGEM. AGRADECIMENTO : A MG TV - Rede integração (TV Globo) aqui da região do Triângulo Mineiro.

Vamos rever todos os textos publicados?

Vamos rever todos os textos publicados?

Seguidores

Sinta-se Livre...Mude seus Paradigmas.

Sinta-se Livre...Mude seus Paradigmas.
Conheça nosso trabalho com a EFT - Técnica de Libertação Emocional.

Logomarca de sucesso.

Logomarca de sucesso.
Clique no banner e visite a nossa homepage

cursor