Clique para tradução da página / Click for translation of the page

Menu de Navegação

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Dia festivo e de Alegria...Parabéns!


glitters
    MÁRCIA PALIS
glitters
  NESSE DIA TÃO ESPECIAL EM SUA VIDA, DESEJAMOS QUE TODOS OS SEUS SONHOS E PLANOS SE REALIZEM.
SEGUE UM ABRAÇO BEM FESTIVO DA EQUIPE UP DESIGNERS, DA BHELMONTT PRODUÇÕES E DE TODOS OS SEGMENTOS EMPRESARIAS DE CLÁUDIO BHELMONTT, QUE TAMBÉM A FELICITA NESSA MENSAGEM DE FELIZ ANIVERSÁRIO.
 
glitters


domingo, 10 de fevereiro de 2013

Aproveitando o Carnaval para resgatar a alegria

 
 
O carnaval chegou e para alguns serão dias de descanso, para outros dias de folia.  Uns gostam de carnaval, outros não. Enquanto alguns se acabam curtindo a festa, outros aproveitam para curtir a família, fazer viagens ou até mesmo retiros espirituais. De qualquer modo, é um período de feriado estendido no Brasil em que a maioria das pessoas aproveita para sair da rotina e relaxar, cada qual à sua maneira. Opiniões à parte, já que o carnaval é considerado a “Festa da alegria” Que tal aproveitar os feriados para resgatar a alegria? Há vários estudos que comprovam que a alegria é um estado de espírito que deve ser conquistado, partindo de dentro de si mesmo. Quem espera as condições ideais externas para somente então encontrar a alegria e a felicidade, jamais as encontrará. No mundo atual, vivemos apressados, trabalhando, correndo atrás de responsabilidades e objetivos de vida, estressados e ansiosos, acreditando não termos tempo para pararmos e cuidarmos do que deveria ser básico: a nossa felicidade.  Segundo os estudos da Psicologia Positiva, a grande maioria dos seres humanos inverte a fórmula da felicidade por pensar coisas como essas: “ Devo trabalhar muito para ter sucesso e só depois de ter sucesso eu serei feliz.” Ou então:” Se  ganhar na loteria eu serei feliz” . Ou ainda: “Se eu for promovido, serei feliz”, “quando eu emagrecer,  serei feliz”, “ se eu encontrar um amor, serei feliz”... Se... se... se... quando... quando... quando??? Ao colocarmos sempre a felicidade depois de alguma coisa, jamais a encontraremos, pois a colocaremos no futuro e não no presente. Vamos viver em um processo de constante insatisfação sempre buscando a felicidade onde não estamos. É importante que aprendamos a ter uma atitude de gratidão em relação a pessoas, coisas e situações que já fazem parte de nossas vidas,  e a valorizar mais os momentos positivos que os negativos, ao invés de nos concentrarmos no que ainda não temos. É também importante aprendermos a desenvolver outras atitudes positivas como gentileza, polidez, paciência, aceitação. Não se trata de ver a vida com “óculos cor de rosa” ou o discurso superficial de “vamos pensar positivo que tudo se resolve”. Trata-se de tomarmos consciência de nossas melhores características e de nossas emoções positivas, para depois usá-las, cuidando de nós e de nossas relações, com a finalidade de termos uma melhor qualidade de vida.  Vamos então fazer um rápido exercício para aprendermos a potencializar nossas emoções positivas e redescobrirmos em nós motivos para sermos felizes agora!  Pense nesse momento em algo que o deixa infeliz, insatisfeito, alguma situação de seu dia a dia que tenha a ver com seu emprego, sua família, seus relacionamentos de amor ou amizade, sua vida de todos os dias. Visualize esta situação, tentando enxergá-la bem real em sua imaginação: as cores, o ambiente, o jeito das pessoas envolvidas. Sinta a emoção que ela provoca. Agora dê uma  nota de 0 a 10  para a intensidade dessa emoção. Depois disso, pense em alguma situação que o deixa feliz, satisfeito, também ligada ao seu trabalho, família, ou relacionamentos de amor ou amizade.  Visualize essa situação, enxergando-a bem real em sua imaginação e sentindo a emoção que ela provoca. Dê também uma nota de 0 a 10 para a intensidade dessa emoção.
Agora compare: Qual foi a maior nota? A da emoção de felicidade, ou de infelicidade.? Qual evento você visualizou mais nítido, e qual das duas emoções foi mais intensa?  Se foi a de infelicidade, você está focando mais em sua vida naquilo que não tem, ou que o deixa aborrecido, do que naquilo que tem e o deixa feliz. Se isso aconteceu com você, refaça novamente o exercício de visualização da situação de felicidade, prestando uma maior atenção a todos os detalhes, às cores, ao ambiente, potencializando a emoção positiva para que ela se torne mais forte, maior. Uma das formas de expandi-la é agradecer, deixar-se tomar por um grande sentimento de gratidão por essa situação.
Não devemos viver reclamando e alimentando a idéia de que temos um péssimo emprego, uma saúde frágil, poucos amigos, pouco dinheiro, pouco amor. Alimentar esses pensamentos e nos concentrarmos na falta, do que não temos, realmente nos torna infelizes. Devemos focar mais naquilo que possuímos e nos traz alegria e agradecermos pelo que já temos. Aproveitemos o feriado do Carnaval para fazer mais vezes esse exercício e revermos nossos conceitos de alegria e felicidade.
Bom Carnaval e muita alegria a todos! 

 Márcia Palis 09/02/2013


sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Da importância da fé para o ser humano




No último domingo o Brasil amanheceu chocado com uma tragédia: A morte de aproximadamente 235 jovens devido a um incêndio  em uma boate da cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Além dessas mortes, mais de 75 feridos, alguns em estado grave encontram-se ainda hospitalizados. Aliada à comoção natural causada por um episódio desses, fiquei bastante impressionada, pois uma de minhas filhas já morou nessa cidade há algum tempo atrás junto com meu genro, que é natural de lá. Hoje os dois residem no Rio de Janeiro, mas conhecem alguns desses jovens e famílias que estão vivendo agora  sob o impacto desse triste acontecimento.
Por mais horrível que seja esse momento, é nessas ocasiões que podemos avaliar a importância da fé e da espiritualidade para o ser humano. Embora seja muito difícil mensurar a tristeza de se perder entes queridos, principalmente filhos, esses dois aspectos positivos da natureza do ser humano são os que mais podem trazer consolo em ocasiões de tragédias como essas e em outras passagens da vida, talvez mais amenas, mas  que também causam dores e sofrimentos.
A fé não precisa necessariamente acontecer dentro de uma determinada religião. Ela é uma característica humana que nos conecta à crença em um poder superior, a algo maior que nós, inexplicável em determinados momentos, mas que nos consola, trazendo alívio e força diante do que também não sabemos explicar. Não se pode negar, entretanto, que a fé e a espiritualidade podem ser e são mais desenvolvidas quando vividas dentro de uma filosofia religiosa, seja ela qual for. As religiões são conjuntos de dogmas espirituais. e auxiliam as pessoas a se re-ligarem ( segundo o significado etimológico da palavra re-ligião, do latim re-ligare ) à sua essência, a Deus, a quem criou o homem, segundo cada crença. Costumo dizer que todas as religiões são boas e têm muitas coisas em comum. Todas são caminhos para se chegar a Deus. Cada qual escolhe seu caminho, e a escolha acontece de acordo com as afinidades de cada um às crenças e dogmas particulares de cada religião.
Segundo os estudos da psicologia positiva pessoas que têm fé e espiritualidade como características individuais bem desenvolvidas, demonstram mais serenidade em momentos difíceis. São também aquelas que se mostram mais solidárias e possuem mais disponibilidade para ajudar a dar conforto e apoio, quando outros estão passando por dificuldades. A fé não pode na maioria das vezes mudar momentaneamente os fatos, mas ameniza nossas reações diante do sofrimento e  da dor. Segundo a crença de algumas pessoas, ela pode até modificar muitas situações, pois dá força e pensamento claro a quem a possui, gerando muitas vezes atos de sacrifício ou de heroísmo, ou ainda gestos de força de vontade, paciência e amor  levados a extremos. É um tipo de característica que potencializa a energia do ser humano, fazendo-o a realizar ações para os outros e para si mesmo que talvez não tivesse a coragem de realizar se não sentisse a confiança da proteção de uma força muito maior que ele mesmo. Por isso se afirma que a fé cura doenças e dores profundas, como também leva o homem à realizações que podem modificar para melhor sua vida e das quais ele não se julgaria capaz sem esse poder. A fé em um poder superior faz também surgir a fé em nós mesmos e em nossa capacidade de realização e superação, levando-nos a prosseguir com nossos projetos, a não desistir de nossos sonhos e a não sucumbir diante de dificuldades e tristezas.
Voltando aos acontecimentos de Santa Maria, como em tantas outras tragédias que já aconteceram no Brasil e no mundo, vamos contar agora com a energia positiva, as ações e as orações das pessoas que têm fé e espiritualidade, com a compaixão e a solidariedade do ser humano, com Deus sempre, e também com o tempo, esse amigo silencioso e paciente, que acaba sempre por abrandar nossas dores e amenizar nossos sofrimentos.           

Entrevista - Programa Bem Viver


Márcia Palis em participação ao vivo no programa Bem Viver de 09/08/2014 na TV Integração Regional( Rede Globo).

Tema: como manter acesa a paixão nos relacionamentos depois de um certo tempo de convívio.

Muito obrigada mais uma vez pela atenção e o trabalho de vocês.

Abraços de Minas.

Entrevista : Fatores que podem atrapalhar a saúde emocional do trabalhador - Outubro/2015

Entrevista : Fatores que podem atrapalhar a saúde emocional do trabalhador - Outubro/2015
ASSISTA O VÍDEO NA ÍNTEGRA AO CLICAR NA IMAGEM. AGRADECIMENTO : A MG TV - Rede integração (TV Globo) aqui da região do Triângulo Mineiro.

Vamos rever todos os textos publicados?

Vamos rever todos os textos publicados?

Seguidores

Sinta-se Livre...Mude seus Paradigmas.

Sinta-se Livre...Mude seus Paradigmas.
Conheça nosso trabalho com a EFT - Técnica de Libertação Emocional.

Logomarca de sucesso.

Logomarca de sucesso.
Clique no banner e visite a nossa homepage

cursor