Clique para tradução da página / Click for translation of the page

Menu de Navegação

domingo, 3 de junho de 2012

Eu te amo


Hoje, ao ouvir a música “Unchained melody”, me remeti à lembrança do filme “Ghost”, um clássico dos anos 90, em que o personagem principal, “Sam”, interpretado pelo já saudoso Patrick Swayse, vive uma maravilhosa história de amor com “Molly”, na interpretação da linda Demi Moore. “Sam” morre ainda no início da trama e deixa uma lacuna nessa história: Nunca ter falado “Eu te amo” para a sua namorada “Molly”. A possibilidade do resgate dessa declaração de amor só se concretiza após vários lances de aventuras e perigos, entremeados pelo humor e talento da incrível Whoopi Goldberg, que interpreta “Oda Mae”, uma médium de mentira, a qual acaba descobrindo que pode realmente se comunicar com espíritos e ajuda o “Ghost” enamorado a salvar sua amada e finalmente declarar o seu amor antes de partir para outra vida, embarcando em uma onda de luz.
Um lindo filme de amor que retrata uma situação muito comum em relacionamentos amorosos, me fez refletir: Por que o ser humano tem tanta dificuldade de dizer “Eu te amo”? Por que muitos esperam datas especiais como o “Dia dos Namorados” ou aniversários de namoro ou casamento para declararem o seu amor? Por que será que foi preciso instituir um dia para se comemorar esse sentimento maravilhoso que é o amor entre duas pessoas?
O amor é para ser vivido todos os dias. É para ser gritado, propalado, alardeado. O amor é um sentimento tão lindo e tão incrível de sentir, que não deveria ser olhado com constrangimento ou vergonha por ninguém que o sinta. Declarações de amor deveriam acontecer todos os dias, homenagens ao amor e ao ser amado deveriam fazer parte de nossas vidas sempre que o amor adentre nossos corações, para que nos lembremos o tempo todo da magnitude e da delícia que é viver um grande amor.
 Entretanto, muitos não conseguem fazê-lo pela insegurança de demonstrar seus sentimentos, medo de serem julgados fracos pelo ser amado, receio da crítica de outras pessoas, ou outras crenças limitantes e indignas de conviver com esse sentimento maior, o AMOR...
Ah, o amor! Cantado em prosa, verso e música por tantos! O amor que nos faz melhores e mais compreensivos, que filtra o mal de nossas almas... Esse sentimento que nos faz caminhar leves sobre o cotidiano e os problemas da vida! O amor, que mais que sentimento é oração, é transcendência, é luz e paz em nossos corações e é... simplesmente... amor.... Como disseram o profeta Paulo e o poeta Camões, condensados nos versos na música do “Legião Urbana” : “Ainda que eu falasse a língua do homens e falasse a línguas dos anjos, sem amor, eu nada seria...”
 Ninguém deveria ter vergonha de dizer “Eu te amo”, se pensasse só por um minuto com gratidão, no imenso presente que é sentir a sublime emoção de amar e ser amado. Por isso, convido a todos os que amam: namorados, casados, ficantes, amantes e apaixonados em geral, para que nesse “Dia dos namorados” exibam com orgulho os seus sentimentos.  Presenteiem, abracem, beijem muito... Façam muito carinho... E gritem para o mundo: “Eu amoooooo essa pessoa!!!!!”...  Sintam-se orgulhosos de amar e propaguem o seu amor com todas as homenagens e atitudes que esse amor merece... Não tenham medo de parecerem ridículos! Não receiem o julgamento alheio! Entreguem através dessa simples frase, o seu coração para aqueles que os fazem tão felizes! E bem baixinho, no ouvido de seus amados e amadas, digam: “Eu te amo... sempre..” Por que o “sempre” do amor é “AGORA”!  E continuem amando, dizendo, demonstrando não só nesse, como em  todos os dias, durante toda a existência desse amor, que será “eterno enquanto dure”. Não espere alguém morrer, ou que morra o sentimento para um dos dois, para só então o amor ser dito, declarado e anunciado. Feliz “Dia dos namorados” e que esse seja o início de inúmeros dias seguidos para comemorar o AMOR e dizer “EU TE AMO”...      

Entrevista - Programa Bem Viver


Márcia Palis em participação ao vivo no programa Bem Viver de 09/08/2014 na TV Integração Regional( Rede Globo).

Tema: como manter acesa a paixão nos relacionamentos depois de um certo tempo de convívio.

Muito obrigada mais uma vez pela atenção e o trabalho de vocês.

Abraços de Minas.

Entrevista : Fatores que podem atrapalhar a saúde emocional do trabalhador - Outubro/2015

Entrevista : Fatores que podem atrapalhar a saúde emocional do trabalhador - Outubro/2015
ASSISTA O VÍDEO NA ÍNTEGRA AO CLICAR NA IMAGEM. AGRADECIMENTO : A MG TV - Rede integração (TV Globo) aqui da região do Triângulo Mineiro.

Vamos rever todos os textos publicados?

Vamos rever todos os textos publicados?

Seguidores

Sinta-se Livre...Mude seus Paradigmas.

Sinta-se Livre...Mude seus Paradigmas.
Conheça nosso trabalho com a EFT - Técnica de Libertação Emocional.

Logomarca de sucesso.

Logomarca de sucesso.
Clique no banner e visite a nossa homepage

cursor