Clique para tradução da página / Click for translation of the page

Menu de Navegação

domingo, 12 de agosto de 2012

Dia dos Pais - Uma homenagem


Eu sei que muitos dizem que esses dias são apenas datas comerciais, eu sei que muitas pessoas são contra e provam por A mais B que a instituição de datas como o “Dia das Mães “ e o “Dia dos Pais”, entre outras, foram criadas somente como estratégias para a alavancar  vendas e manter o comércio ativo. Acredito também que os comerciantes saibam muito bem como explorar essas datas. Entretanto, não há como negar, que vistas por um prisma menos crítico e mais afetivo, esses dias nos permitem lembrar de pessoas muito especiais e que foram ou são toda a nossa base e estrutura de vida. Homenageá-los, seja com presentes, carinho ou quaisquer formas a nossa imaginação ditar, é mais que devido, é um modo de demonstrar nossa gratidão por tanta doação e tanto amor, e se na correria do cotidiano, muitas vezes não nos lembramos de fazê-lo, é sempre bom ter um dia dedicado a esse fim, para que não sejamos injustos com quem nos deu a vida, a educação, os valores e os exemplos.  
Sendo assim, não poderia deixar passar em branco essa data, o Dia dos Pais. Eu sei que todas as regras têm exceção, eu sei que alguns pais podem não ser, ou algum dia não foram, aquilo que deles se esperava. Mas os pais, como dizia Renato Russo em sua  música “Pais e filhos” : “São crianças como você... É o que você vai ser quando você crescer...”  
E como não aproveitar o momento para agradecer a esses super-heróis de carne e osso, que mesmo com seus defeitos e fragilidades são tão importantes para todos nós? Eu acredito que a família é a base de tudo. Quando se tem uma família estruturada, quando os pais são atuantes e responsáveis, quando se tem um porto seguro em casa, os filhos têm mais oportunidade de crescerem mais bem preparados e fica mais fácil enfrentar as dificuldades da vida. Isso não quer dizer que família de pais separados não sejam estruturadas, o importante é que os pais estejam sempre presentes na vida dos filhos.
Meu pai se foi há muitos anos, mas tenho dele lembranças inesquecíveis. Quando eu era adolescente andamos brigando, aliás, eu brigava com ele, por não entender algumas atitudes suas, que nada mais eram que a proteção que ele queria dar aos filhos, pois foi um pai e um marido dedicado e amoroso, colocando a família sempre em primeiro lugar e muitas vezes sofrendo por não poder nos dar tudo o que ele achava que merecíamos.  Ainda bem que amadureci rápido e a partir dos meus 18 anos comecei a enxergá-lo de forma diferente e pude compreender toda a dimensão do amor que ele tinha por minha mãe e por seus 6 filhos. Poucos anos depois ele se foi, mas agradeço a Deus por ter colocado em nossas vidas esse homem maravilhoso, que mesmo trabalhando muito e vivendo estressado, mesmo sendo calado e introspectivo, fazia questão de cuidar de seus filhos e de participar de todos os momentos de nossas vidas, comemorando nossas vitórias e nos incentivando em nossas dificuldades. Fazia questão de nos cuidar quando tínhamos qualquer problema de saúde, e uma das lembranças mais vivas que tenho é da segurança que sentíamos, eu e meus irmãos, quando tínhamos alguma “doencinhas” de criança, por sabermos que meu pai ficaria ao lado de nossas camas, com a dedicação de um médico e de um enfermeiro exemplar, por dias e noites se preciso, até que ficássemos bons. Foi também com meu pai que iniciei meu gosto pela música, leitura e poesia, pois ele era um cantor e um músico que virou dentista, um poeta e um intelectual que virou pai de família. Foi com ele que aprendi que uma pessoa forte pode ser sensível e que um homem pode chorar por se comover com uma música, com um comercial de margarina, com uma cena de novela ou com uma gracinha de suas crianças. Com ele e minha mãe aprendi o valor da educação, pois faziam do estudo uma prioridade e fizeram questão de que todos os filhos estudassem e tivessem uma carreira.
E hoje, fazendo essa homenagem ao meu pai, que agora reside em outros planos, eu  também homenageio a todos os filhos e filhas e a todos os papais, aos que ainda estão aqui, aos que já se foram, aos mais jovens, aos mais maduros, aos pais solteiros, aos pais casados, aos papais de primeira viagem, aos pais mais experientes, aos futuros papais, enfim, a esses primeiros heróis que os filhos conhecem e que serão para a vida toda o seu exemplo e a sua estrutura. A todos os pais, o meu abraço e a minha reverência por terem sido escolhidos por Deus para proporcionar a vida, a educação e os valores a outros seres humanos. Recebam nesse dia, um abraço gostoso e grato de seus filhos e tenham a certeza de que valeu a pena a escolha da paternidade.   

Márcia Palis
12/08/2012     



Entrevista - Programa Bem Viver


Márcia Palis em participação ao vivo no programa Bem Viver de 09/08/2014 na TV Integração Regional( Rede Globo).

Tema: como manter acesa a paixão nos relacionamentos depois de um certo tempo de convívio.

Muito obrigada mais uma vez pela atenção e o trabalho de vocês.

Abraços de Minas.

Entrevista : Fatores que podem atrapalhar a saúde emocional do trabalhador - Outubro/2015

Entrevista : Fatores que podem atrapalhar a saúde emocional do trabalhador - Outubro/2015
ASSISTA O VÍDEO NA ÍNTEGRA AO CLICAR NA IMAGEM. AGRADECIMENTO : A MG TV - Rede integração (TV Globo) aqui da região do Triângulo Mineiro.

Vamos rever todos os textos publicados?

Vamos rever todos os textos publicados?

Seguidores

Sinta-se Livre...Mude seus Paradigmas.

Sinta-se Livre...Mude seus Paradigmas.
Conheça nosso trabalho com a EFT - Técnica de Libertação Emocional.

Logomarca de sucesso.

Logomarca de sucesso.
Clique no banner e visite a nossa homepage

cursor